Tampinha Legal atinge a marca de 800 milhões de tampas plásticas

Os números apresentados pelo Tampinha Legal vem surpreendendo e mostrando a eficácia de um dos pilares essenciais do programa; a mudança de comportamento da sociedade através do seu caráter educativo em Economia Circular. Em apenas um ano, mais de 200 milhões de tampas plásticas foram arrecadadas, fazendo com que o programa atingisse a marca de 800 milhões de unidades recolhidas nos mais de 2.800 mil pontos de coleta distribuídos pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás, Distrito Federal e Bahia.

Segundo a Gerente do Instituto SustenPlást, Simara Souza, este é o resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido há sete anos. “Estamos muito próximos do que um dia almejamos para o Tampinha Legal, mas ainda há muito trabalho pela frente para conquistarmos o que sonhamos. Ao longo desses sete anos já evoluímos muito e os nossos números comprovam e provam que mudanças de comportamento são possíveis e geram resultados a longo prazo, como é o caso das 800 milhões de tampas plásticas que, através da Economia Circular, retornaram para a indústria e se transformaram em mais de R$3,5 milhões de reais entregues para as entidades assistenciais cadastradas no programa”, destacou. 

Atualmente, o Tampinha Legal possui 340 entidades assistenciais cadastradas no programa e que atuam em diversos segmentos diferentes. “Apenas com essa mudança de comportamento, é possível ajudar a manter associações, abrigos, escolas, entre outras entidades assistenciais, que se dedicam em prol de diversas causas justas da sociedade. Por isso, queremos convidar a sociedade para fazer parte desta transformação econômica e social”, convida Simara. 

O Tampinha Legal atende aos quesitos de ESG, Logística Reversa e ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável). Com os recursos obtidos através do programa, as entidades assistenciais podem adquirir medicamentos, alimentos, equipamentos, ração animal e/ou materiais escolares, bem como custear tratamentos e exames de saúde humana e animal, melhorias em suas sedes, entre outras ações.

O Tampinha Legal 

O Tampinha Legal é uma realização do Instituto SustenPlást com o apoio do Movimento Plástico Transforma. Através de ações modificadoras de comportamento de massa, aumenta os níveis de esclarecimento quanto ao material plástico e seu destino adequado, proporcionando que a economia circular ocorra na prática. Todos os segmentos da sociedade são convidados a recolher tampas plásticas e destiná-las para entidades assistenciais do terceiro setor cadastradas no Tampinha Legal, que busca a melhor valorização de mercado para o material. Os valores obtidos são destinados integralmente para as entidades assistenciais participantes sem rateios de material ou repasses de valores. O programa não recebe comissões e/ou gratificações sobre o material coletado. No primeiro semestre de 2023 ultrapassou R$3 milhões de reais destinados 100% para as entidades assistenciais participantes. Recentemente, lançou no Núcleo Porto Alegre/RS, o Copinho Legal que, seguindo o modelo do Tampinha Legal, destina os recursos obtidos com a venda dos descartáveis plásticos (copos, pratos e talheres) para as entidades assistenciais participantes. O Tampinha Legal atua no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás, Distrito Federal e Bahia. Em Porto Alegre, o Tampinha Legal conta com o apoio estratégico da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais da FIERGS. Além do aplicativo (Android e iOS) e site (tampinhalegal.com.br), onde pode-se localizar várias informações tais como os pontos de coleta mais próximos, entidades assistenciais e empresas participantes, etc. Também é possível acompanhar o Tampinha Legal por redes sociais, como YouTube, LinkedIn, Twitter, Instagram, Facebook e TikTok.