AS PONTES NO RIO URUGUAI

A coluna da última quinta-feira – “Algumas Pontes Longe Demais” – provocou reações legítimas de dois outros municípios gaúchos – Porto Xavier e Porto Mauá – que também reivindicam as outras pontes para suas comunidades, como Itaqui.

Marcos Mattos, secretário-executivo do Departamento de Turismo (DETUR) e da Fundação dos Municípios das Missões (FUNMISSÕES), com sede em Santo Ângelo, fez um relato atualizado sobre o trabalho em defesa da Ponte Internacional Porto Xavier/San Javier. É dele a informação da tramitação de como anda o projeto.

“Esta semana estivemos em Brasília acompanhados dos prefeitos Daniel Gorski de Salvador das Missões (presidente em exercício da Associação dos Municípios das Missões (AMM/FUNMISSÕES) e Ricardo Klein de São Nicolau (diretor DETUR/FUNMISSÕES) e do Secretário de Turismo de Porto Xavier Ovídio Kaiser em reuniões e audiências em Brasília tratando exatamente sobre este assunto. Estava em analise final no DNIT o anteprojeto da obra da Ponte desde 2018, agora passamos a elaboração do projeto executivo final. Estivemos com o vice-presidente General Hamilton Mourão solicitando seu apoio ao nosso projeto, o que foi prontamente atendido. Estivemos com o Ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas na terça, 25/06, quando o mesmo informou que que vai contratar imediatamente a elaboração do projeto executivo final da obra da Ponte. Estivemos com o diretor geral do DNIT, General Santos Filho diretor geral do DNIT, que confirmou a contratação do Projeto Executivo Final, e após em reunião da bancada gaúcha confirmou isso aos parlamentares.

Já existe a autorização dos 2 Países (Brasil/Argentina) através da Comissão Binacional coordenada pelo Itamaraty, para o Brasil promover a licitação e a execução da obra. Existe emenda de bancada impositiva aprovada pela bancada gaúcha no orçamento de 2019. A Ponte internacional Porto Xavier/San Javier faz parte de uma nova logística de importação/exportação que reduz a distância da grande região noroeste do RS de terminais portuários, uma vez que o governo argentino está investindo em terminais portuários importadores/exportadores na hidrovia Paraná/Paraguai.

No município de Santa Ana, está sendo projetado/construído um terminal portuário graneleiro as margens do Rio Paraná. Santa Ana fica há 80 km de Porto Xavier. A grande região noroeste do RS produz em torno de 8 milhões de toneladas de soja, onde 80% desta produção é transportada por rodovias até o Porto de Rio Grande (600 Km) a um custo aproximado de R$ 80,00/tonelada. Com a nova logística Ponte Porto Xavie/San Javier – Porto de Santa Ana esta distância vai ser reduzida para 250 km em média, reduzindo o preço do frete em aproximadamente 50%. Esta economia pode chegar a R$ 100 milhões/ano só no transporte da soja, fora outros produtos que a região exporta.

Vários parlamentares estão apoiando estas ações, principalmente o Senador Luís Carlos Heinze que tem acompanhado direto esta tramitação e a previsão é que em 2020 seja licitado a execução da obra. E temos uma comissão da AMM (Associação dos Municípios das Missões) que acompanha bem de perto as ações. Para quaisquer outras informações estaremos sempre à disposição”.