`
 

 

 

 
  Colunistas
 
 
 
 
 
 

 
“Vai quebrar a cara quem apostar na alta do dólar”.

Guido Mantega,
ministro da Fazenda

A POLÍCIA ESTÁ COM MEDO

Tem alguma coisa errada por aí. Talvez seja essa confusão que todos nós fazemos a respeito de vida real e vida virtual. É tanta ficção misturada com o nosso dia a dia que acabamos tontos, sem saber onde estamos.
 
É o caso da passeata ou caminhada ocorrida nesta segunda-feira, pela manhã, promovida por policiais pedindo mais atenção para suas reivindicações, entre elas o de se deslocarem para suas residências em trajes civis.

Os policiais militares querem o passe livre nos ônibus municipais, intermunicipais e interestaduais sem o uso da farda por que andar fardado hoje em dia é muito perigoso.
 
Na semana passada um PM foi assassinado dentro de um ônibus apenas por ser um policial fardado. E é aí que se forma a confusão na cabeça do cidadão comum. No Rio Grande do Sul virtual, a segurança pública vai muito bem: investimentos em veículos e equipamentos, aumento de contingente policial, índices de criminalidade de primeiro mundo.
 
Na vida real, essa que somos obrigados a enfrentar todos os dias, a polícia paga com o nosso dinheiro está com medo de andar de ônibus, pelo menos usando farda.  Eles também tem famílias e estas temem pela vida deles. Como as nossas.
 
No Rio Grande sem maquiagem, sem fotoshop e sem virtualidades a única democracia que existe é a que divide o medo igualmente entre todos nós. E se há privilegiados neste mundo real, o direito de sê-los está com a bandidagem.
 
Eles debocham de nós e além de seu armamento, sem registro ou porte, a bandidagem anda de braços dados com a impunidade.  Alguém precisa ter piedade de nós e da polícia que tenta nos proteger, mas que também anda medrosa e com razão.

NOVOS PARTIDOS (1)

A ex-presidenciável Marina Silva não desistiu de legalizar o seu partido, a Rede Sustentabilidade. Estão faltando, segundo o TSE, 32 mil assinaturas para a homologação definitiva do partido. Tão logo seja atingido o número exigido, Marian deixa o PSB.

NOVOS PARTIDOS (2)

O PSB por sua vez está acertado com o PPS para uma fusão depois da eleição. O novo partido socialista terá a sigla P40 e o seu presidente será o deputado Roberto Freire, atual mandatário máximo do PPS.

ADESÃO RÁPIDA (1)

Se Aécio Neves vencer a eleição, sua prioridade será a de formar uma base de apoio no Congresso Nacional. O PSD, de Gilberto Kassab e o PP, de Francisco Dornelles (primo de Aécio) serão os primeiros a aderir ao novo governo.

ADESÃO RÁPIDA (2)

Ainda na mesma linha, o PT se ficar na oposição poderá ter uma companhia minguada para fazer frente ao novo governo. Os petistas acham que a atual base governamental se muda de mala e cuia para a base de Aécio.

ADESÃO RÁPIDA (3)

Pelas contas do PT, ao seu lado só estariam o PCdoB, o PSOL e o PDT, formando uma bancada de oposição de apenas 104 deputados de um total de 513 parlamentares.